Lilia Tandaya . Águas Empáticas

       Banco de Imagens      Histórias      Galeria      Contato    

 

Águas Empáticas

"É perto da água que melhor entendi que o devaneio é um universo em emanação, um sopro cheiroso que sai das coisas por intermédio de um sonhador. Se eu quiser estudar a vida das imagens da água, será preciso então apresentar o papel dominante dos rios e fontes do meu país." *

 

Águas Reflexivas

"...certos devaneios têm um destino estético bastante regular.
Tal é o caso do devaneio diante do reflexo das águas.
Perto do riacho, em seus reflexos, o mundo tende à beleza." *

 

 

 

 

 

 

Águas Correntes

 

 

Pular Corda © Lilia Tandaya

 

 

 

 

 

 

Águas Vibrantes

 

Quem Chegar por Último... © Lilia Tandaya

 

Quem Chega Primeiro © Lilia Tandaya

 

Barquinho © Lilia Tandaya

 

Castelinho © Lilia Tandaya

 

 

 

 

Águas Turbulentas

 

Poço © Lilia Tandaya

 

Sair do Poço © Lilia Tandaya

 

Saltar © Lilia Tandaya

 

 

 

Águas Tombantes

 

 

 

 

 

Águas Amorosas

“É necessário que uma causa sentimental, uma causa do coração se torne uma causa formal para que a obra tenha a variedade do verbo, a vida cambiante da luz." *

 

 

 

 

 



Águas Empáticas
Fluxos Imanentes da Chapada Diamantina

 

* Gaston Bachelard, A Água e os Sonhos: Ensaio sobre a Imaginação da Matéria

 

 

Galeria   .  Águas Empáticas   .  Azulejos Algarvios   .  Caboclo Maracatu   .  EcoNarcis   .  Emersão   .  Em Folia   .  Expansão   .  Flama Flamenca   .  Hórreos   .  I Ching Bainema   .  In.Fluxo   .  Luminosidade Formosa   .  Maré de Luz   .  MARinas   .  Poentes Afins   .  Quer Brincar?   .  Ser (em) Extensão   .  Tempo de Maré   .  The Rock   .  Uma História de Pescador   .  VerCidades   .  VersosSubmersos   .  Visões e Versões   .  





© Lilia Tandaya
2007 .. 2020
, , ,

Termo e Condições d Uso das Imagens